Vós

menu
Histórias

Apertando START no mercado cearense de jogos

Com Ítalo Furtado Por Jonathan Silva, Igor de Melo, Gabriel Lage

Acredita em Vós

17.out
2019

Jogando videogame sentado em frente à TV ou PC, alguns gamers pensam primeiro na diversão e no desafio. No entanto, há os que enxergam além do entretenimento. São os que imaginam desenvolvimento, design, programação, inovação e negócio. Em Fortaleza, há uma ação coordenada de desenvolvedores com a missão principal de transformar o Ceará num pólo nacional de jogos digitais. 

Quem está na linha de frente desse movimento é a Ascende, Associação Cearense de Desenvolvedores de Jogos. O objetivo do grupo é estimular o mercado de desenvolvimento de jogos no Ceará. Seu presidente, o designer de interação Ítalo Furtado, é entusiasmado em compartilhar a ideia com pessoas que, assim como ele, não vêem os jogos digitais apenas como “brinquedos”.

O QG de Ítalo e de outros desenvolvedores associados é na sala F307, quinto andar do campus Moreira Campus do Centro Universitário Estácio do Ceará. Nomeada como a “Fábrica de Projetos” da instituição, é lá que eventualmente o grupo define as estratégias, com o auxílio de computadores, televisores e uma decoração que denuncia o apelo geek dos rapazes. O aviso em inglês na entrada pede para não perturbar, pois os gamers estão trabalhando.

O envolvimento visto na sala é, de certa forma, uma resistência. Não foram poucas as vezes que Ítalo viu colegas desenvolvedores saindo do Ceará para arranjar uma oportunidade fora do estado ou até do país. “Observamos que se a gente fizesse um socioativismo, juntasse as pessoas e elas pudessem ter uma condição de trabalho, não precisariam ir embora porque é o jeito, mas sim porque querem.”

A guinada para valorizar o mercado local foi transformar a proposta da Ascende em projeto econômico. Eles já tinham uma aproximação com a Secretaria da Cultura, Secretaria de Ciência e Tecnologia, CITINOVA (Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação), Secult Fortaleza e Sebrae. Foi nesta última instituição que a parceria resultou no programa Sebrae Developers.

O projeto consiste em mapear e dar consultoria à desenvolvedores cearenses cadastrados no site. De acordo com Ítalo, “é a única consultoria do Brasil especializada em jogos que ajuda os desenvolvedores a entenderem não só a si mesmos como uma classe trabalhadora, mas seus negócios e produtos como algo viável e um produto de empreendedorismo.”

O Sebrae Developers consiste em oito passos realizados com duração de um ano. O primeiro passo, que foi um mapeamento, aconteceu em Fortaleza, Sobral, Quixadá e Juazeiro do Norte. As próximas ações envolvem modelos de negócios, consultoria, acompanhamento e interações com a comunidade de desenvolvedores.

Uma média de 60 pessoas apareceu nos dois primeiros encontros presenciais. Na expectativa de serem impactados, na visão de Ítalo, “se essas 60 pessoas se organizarem em grupos de 3 pessoas, você já tem 20 novas empresas nascendo.” Baseado no que Ítalo ouve dos inscritos, o movimento está gerando movimento.

“As pessoas estão dando os seus testemunhos dizendo que estão empolgadas pois estão vendo acontecer e querem continuar a ajudar acontecer isso.” O que antes eram grupos dispersos estão agindo da forma que Ítalo sempre desejou: com engajamento e amadurecimento para os negócios. ”Esse trabalho de garimpar me empolga muito e é realmente uma sensação de que você tá achando a pepita de ouro.”

O projeto ainda está ocorrendo, mas os primeiros resultados estão surgindo. Até o ano passado, as 11 empresas de desenvolvimento de jogos ligadas à Ascende tiveram um faturamento somado em 2,5 milhões de reais. E mais empresas e profissionais podem aumentar a soma nesse jogo que, como num videogame, a cada fase mais jogadores e habilidades são conquistados.

Colaboradores

Jonathan Silva

Jonathan Silva

Ver Perfil

Garoto diferentão do Bom Jardim, entrou no Jornalismo com a intenção de escrever sobre música, uma paixão herdada da mãe. Hoje usa essa ferramenta para escrever sobre o cotidiano, a cidade, pessoas especiais, artes, fatos marcantes e a luta nossa de cada dia pela dignidade. Se não fosse jornalista, com certeza seria um astro insano do rock.

Igor de Melo

Igor de Melo

Ver Perfil

É fotógrafo profissional desde 2008. Já passou pela fotografia de esportes, cobertura social, fotojornalismo, publicidade, documental e autoral. Continua em todas. É apaixonado por esportes de ação, tatuagens, retratos e pessoas. Crê que vai conseguir contar as histórias que quer, surfar na Indonésia e viajar com a esposa.

Gabriel Lage

Gabriel Lage

Ver Perfil

Cearense, empresário, filmmaker e fotógrafo. Acadêmico de audiovisual pela Unifor. Fã de Star Wars e dos anos 80.

Comentários

Quer conhecer mais histórias como esta?


Cadastre seu email abaixo para receber matérias, novidades, eventos, e outras informações na sua caixa de email.

fechar