Vós

menu
Guia

[Guia do Pratim] - 4 pratinhos pra você provar em Fortaleza

Por Luiza Carolina Figueiredo, Igor de Melo
17.mar
2017

Todo mundo já percebeu que Vós adora uma comida de rua. E guia, então, é com a gente mesmo. Por isso, começamos uma série que teve início com o Guia do Caldim e que damos agora continuidade com o do Pratim

Eles estão nas praças, nas calçadas e nas esquinas prontos para saciar a sua fome ou até mesmo a sua gula. Atraem pelo cheiro, tal qual cena de desenho animado: é só abrir a tampa da panela e sobe aquele aroma de comida típica, tradicional, que vai te buscar lá longe e te faz quase voar atrás de um pratinho com baião, vatapá, paçoca e demais variedades.

Vós deu uma voltinha – ou uma voadinha – por quatro bairros de Fortaleza para ver o que mais cada pratinho tem. Confere aí!

Pratinho da Linda

A Praça Central da Cidade 2000 é um verdadeiro pólo gastronômico onde tem de tudo. E toda comida leva o nome de alguém. O pratinho, por exemplo, é da Linda.

Linda Nepomuceno. Presença na praça já há uns 5 ou 6 anos, há 2 anos e meio ela tem o seu próprio negócio. E de sucesso, viu?

Também, com o tanto de variedade: é arroz, baião, vatapá (frango ou camarão), creme de frango, carne do sol desfiada, calabresa e verdura. Pra beber, suco ou refrigerante e, de sobremesa, ainda tem tartelete de chocolate.

Serviço

Linda está na praça central da Cidade 2000 de terça a domingo (e na primeira segunda-feira de cada mês) a partir das 19h até a hora em que a comida acaba.
Preços: R$ 6, R$ 8 e R$ 10

Barraca do Nill

Outro lugar que também não falta opção do que comer é a pracinha da Gentilândia. Com uma competição tão acirrada, o jeito é se garantir no que faz e também ter muito do que oferecer. Essa é a estratégia de Nill Duarte.

O pratinho do Nill tem muitas alternativas: arroz, baião, vatapá (frango ou camarão), creme de frango, estrogonofe, carne ao molho de cerveja, porco ao molho, carne de panela, lasanha, salada e macarrão. Tem dia que tem até feijão verde e panelada. As opções vão mudando ao decorrer da semana e de acordo com o pedido dos clientes, é claro.

E lembra quando foi mencionado que lá tem muito a oferecer? Não era só a respeito do pratinho. Também tem pizza, bolo, coxinha…

Serviço

O Nill está na pracinha da Gentilândia de terça a sábado, das 16h às 22h
Preços: R$ 8 e R$ 10

Pratinhos da Castanhola

Saindo um pouco das praças, temos um negócio de família. os Pratinhos da Castanhola são vendidos no Pio XII por Francineide e Jecyane Rodrigues, mãe e filha. Uma mesa bem ampla colocada na calçada e cercada de outras tantas mesas e cadeiras. Quase em casa.

E como uma boa mãe que cozinha, a mesa é posta com fartura: arroz, baião (esse em dias alternados) vatapá, creme de frango, fricassê, estrogonofe, assado de panela, almôndegas, carne do sol, torta, canja. Mas a opção que mais faz sucesso é a lasanha à bolonhesa.

Sucesso merecido, afinal são seis anos fazendo comida não só para as pessoas do bairro, pois, segundo Dona Francineide, vai gente até da Beira-Mar provar do seu tempero.

Serviço

Dona Francineide e a Jecyane ficam entre as ruas Ana Gonçalves e Escrivão Pinheiro, no Pio XII, de quarta a segunda a partir das 18h.
Preço: pratinho R$ 5,50, canja R$ 4,50

Em casa / At home

Para encerrar nosso Guia do Pratim, um lugar que está funcionando há apenas oito meses pertinho do Lago Jacarey, mas já mostrou que veio para ficar.

Comandado pelo casal Creuziane Mareano e Ednei Simioni, o Em casa / At home foi concebido como uma soparia e uma loja para a venda de risotos e massas, mas durante as festas de São João eles viram que se garantiam fazendo pratinho e que não podiam parar. Até porque seria um pecado!

E eles inovam, pois além dos tradicionais arroz, baião, creme de galinha e vatapás de frango e camarão, tem ainda vatapá de peixe, arroz de alho, salpicão de aipo e frango e molho quatro queijos, e do feijão verde – mas esse só às quintas. Ah! E mais uma coisinha: lá eles também vendem cerveja e garantem que ela sempre vem com um “véu de noiva” de tão gelada.

Serviço

Creuziane e Ednei ficam a Avenida Viena Weyne e a Rua Cândido Portinari, no Cambeba, de quarta a sábado a partir das 18h.
Preços: pratinhos de R$ 10 / os especiais são R$ 12 (só a “mistura”) e R$ 4 (só o baião)

Colaboradores

Luiza Carolina Figueiredo

Luiza Carolina Figueiredo

Ver Perfil

Apesar de jornalista, sonha com ficção e, por isso, fica animada em ouvir os causos dos outros - quem sabe não tira inspiração para um futuro romance? Acredita que, se escrever de tudo um pouco, um dia vai conseguir a história que realmente quer. Leitora compulsiva, está sempre com um livro ou HQ nas mãos (ou na bolsa). É meio tímida, mas tem um bichinho tagarela dentro dela que, quando começa a falar, quase não para. E se a conversa for geek, então...

Igor de Melo

Igor de Melo

Ver Perfil

É fotógrafo profissional desde 2008. Já passou pela fotografia de esportes, cobertura social, fotojornalismo, publicidade, documental e autoral. Continua em todas. É apaixonado por esportes de ação, tatuagens, retratos e pessoas. Crê que vai conseguir contar as histórias que quer, surfar na Indonésia e viajar com a esposa.

Comentários

Quer conhecer mais histórias como esta?


Cadastre seu email abaixo para receber matérias, novidades, eventos, e outras informações na sua caixa de email.

fechar