Vós

menu
Inovar para Crescer

Pão caseiro temperado com Nordeste

Com Kerla Alencar Por Jonathan Silva, Igor de Melo, Gabriel Lage

Acredita em Vós

05.dez
2019

Lugar de fazer pão não é só na padaria. Pode ser feito em casa e com poucos recursos. Uma manhã de domingo, com a família e os amigos, é uma oportunidade de pôr a mão na massa e explorar a criatividade. De início, vender é uma opção. Porém, desde 2013 a jornalista Kerla Alencar começou a explorar todo o potencial da panificação resolvendo investir na proposta empreendedora. Nascia assim, na sua cozinha particular, a Pequena Padaria Caseira.

Hoje ela admite que é mais padeira do que jornalista, ainda que atue na segunda área. Sua casa, no bairro Dionísio Torres, parece um misto dos dois mundos. Da varanda com vista para a Avenida Barão de Studart até a sala, são livros, jarros de planta, quadros de arte e LPs que dão uma decoração cultural. Da porta da cozinha em diante, os potes de ingredientes, fornos, mesas para bater a massa e talheres afirmam que o espaço é para cozinhar, experimentar e criar.

Do cardápio de Kerla, divulgado semanalmente nas redes sociais, dois pães novos são lançados também toda semana. Os mais pedidos são os pães de fôrma, muito em conta dos seus diversos ingredientes e receitas. “Eu tenho cerca de 15 variações de sabores desse pão, então é o que eu mais vendo.”

Uma das primeiras padeiras a trabalhar com farinha de trigo 100% integral na cidade, ela lembra do começo modesto da sua padaria. “Eu nunca fui muito de cozinhar, mas há seis anos eu comecei a gostar disso, fui muito influenciada por esse momento da Gastronomia que passa pela mídia, a repercussão na televisão e nos canais de internet.”

O pão feito em casa, para consumo familiar, trazia lembranças da infância junto ao pai. A primeira iniciativa tinha o propósito de fazer um pão que ela e os outros, principalmente os amigos, pudessem comer. Tal como um “movimento cósmico”, como a padeira define, da primeira cliente (uma amiga que fez questão de pagar pelo pão que Kerla havia oferecido) até os novos, a distância de tempo não foi tão longa. E isso a incentivou ainda mais.

Em 2015, buscando elevar o nível, a padeira foi atrás de formações em gastronomia e panificação no Ceará e em São Paulo. “Eu adoro fazer isso, sou apaixonada por pão. Mas também existia a possibilidade de eu deixar de ser empregada, funcionária, de depender de terceiros para estar trabalhando e me tornar dona não só do meu negócio, mas dona da minha vida.”

O trabalho de Kerla se divide entre a cozinha e a comunicação da Pequena Padaria Caseira na internet (site, canal do Youtube e redes sociais). Munida de informação e técnica sobre o assunto, resolveu dar uma orientação diferenciada ao seu trabalho: apostou nos temperos do Nordeste para sair da mesmice de uma panificação ainda atrelada ao estilo francês das padarias (as chamadas boulangeries).

“Foi surgindo, com dois anos de atividade, a necessidade de criar pães mais identificados com o Brasil. Eu já me incomodava com essa coisa de pão artesanal ao ter que parecer um pão europeu.” Desde 2017, Kerla é integrante do Observatório Cearense da Cultura Alimentar (OCCA). Suas experimentações com a culinária cearense renderam receitas com semente de jerimum, coco, rapadura, cana de açúcar, cajuína, castanha de caju e óleo de babaçu. Conservantes artificiais e produtos de origem animal não entram.

Na garagem, Kerla comanda formações com duração de um dia para cerca de 30 pessoas, entre clientes e demais interessados em panificação. Ainda que o nome “caseira”, na teoria, se relacione estreitamente à casa, na prática isso é relativo. Mesmo não tendo um ponto “comercial” fixo na rua, a Pequena Padaria Caseira também está presente em feiras e eventos gastronômicos.

Com seis anos de atuação e planos de expansão da padaria, percebe-se que entre Jornalismo e Gastronomia, Kerla já fez sua escolha sobre onde queria crescer. Mas a nova forma que Kerla arranjou para trabalhar não deixa de ter sua comunicação. É fazendo pães que saem do forno com o sabor do nordeste que a padeira informa: “eu milito em favor da cultura brasileira.”

SERVIÇO

Pequena Padaria Caseira
Telefone: (85) 99151-7919
Facebook: @pequenapadariacaseirakerla
Instagram: @pequenapadariacaseira
Youtube: Kerla
Site: kerla.com.br

Colaboradores

Jonathan Silva

Jonathan Silva

Ver Perfil

Garoto diferentão do Bom Jardim, entrou no Jornalismo com a intenção de escrever sobre música, uma paixão herdada da mãe. Hoje usa essa ferramenta para escrever sobre o cotidiano, a cidade, pessoas especiais, artes, fatos marcantes e a luta nossa de cada dia pela dignidade. Se não fosse jornalista, com certeza seria um astro insano do rock.

Igor de Melo

Igor de Melo

Ver Perfil

É fotógrafo profissional desde 2008. Já passou pela fotografia de esportes, cobertura social, fotojornalismo, publicidade, documental e autoral. Continua em todas. É apaixonado por esportes de ação, tatuagens, retratos e pessoas. Crê que vai conseguir contar as histórias que quer, surfar na Indonésia e viajar com a esposa.

Gabriel Lage

Gabriel Lage

Ver Perfil

Cearense, empresário, filmmaker e fotógrafo. Acadêmico de audiovisual pela Unifor. Fã de Star Wars e dos anos 80.

Comentários

Quer conhecer mais histórias como esta?


Cadastre seu email abaixo para receber matérias, novidades, eventos, e outras informações na sua caixa de email.

fechar