Vós

menu
Plural

Cidadania plena é poder fazer escolhas

Com Luiz Alberto Saboia Por Marcela Benevides, Igor de Melo
26.set
2018

De fala espaçada, ele gosta de contextualizar todas as informações com precisão. Está há 4 anos no “desafio” de colaborar com a gestão municipal por meio das políticas de mobilidade urbana, redução de acidentes no trânsito, gestão de resíduos sólidos e limpeza urbana. Se considera um “motivado e apaixonado” quando o assunto é resolver, junto com a sociedade, os problemas da cidade.
Luiz Alberto Saboia é secretário-executivo da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos de Fortaleza (SCSP). Ele iniciou a gestão com foco na mobilidade urbana e com o objetivo de mostrar que a “cidade já não podia mais esperar e que as mudanças necessárias precisavam ser implementadas no curto prazo.”

Dentre as medidas de curto prazo implementadas, está o sistema de bicicleta compartilhada e as faixas exclusivas para ônibus. “No começo remamos contra a maré, as pessoas diziam que as bicicletas não durariam dois meses e hoje temos o sistema com o maior número de viagens diárias do Brasil.”

Luiz pondera que mobilidade urbana não está relacionada apenas a expansão e criação de vias e viadutos para veículos individuais, por exemplo, mas que ela consiste em pensar uma cidade na qual o cidadão é prioridade. “O processo de implantação do BRT – faixa exclusiva para ônibus – colocou as pessoas que utilizam o transporte público como prioridade, porque o acesso delas ao sistema de saúde, educação, oportunidades de emprego e locais de lazer é mais rápido e tem impacto positivo na vida de cada um, por isso é uma política extremamente social.”

Atrelado a políticas de mobilidade urbana coletiva, Luiz ressalta que durante 20 anos as pessoas foram “desconvidadas” a utilizar o transporte público devido a falta de previsibilidade, lotação, desconforto etc e, consequentemente, o convite para utilizar o veículo individual cresceu. “O nosso desafio é refazer esse convite para as pessoas ocuparem a cidade de diferentes formas, utilizando bicicletas, ônibus, a pé… E como fazemos isso? Implementando ciclofaixas, ônibus com ar-condicionado, reformas dos terminais, vias de trânsito calmo, dentre outras medidas.”

Mesmo com as mudanças, Luiz Alberto sabe que ainda existe muito trabalho a ser feito, principalmente quando se trata de redução de acidentes fatais no trânsito, cuja meta é chegar a zero vítimas. Além disso, ele destaca a importância de investir em obras que não demandam muitos recursos e intervenções que possibilitem a expansão da visão das pessoas em relação ao que é mobilidade urbana.

“Mobilidade não é apenas velocidade e fluxo de carro. Não sou contra o automóvel individual, sou contra a dependência dele. O espaço viário é a essência de uma cidade. . Quando o cidadão vê uma ciclofaixa, ele entende que é preciso respeitar o ciclista, que aquela avenida não é só dele, então, mais do que apenas falar é preciso fazer para que as pessoas tenham a dimensão da concretude dessas mudanças.”

No próximo domingo (30), na edição do Plural que acontece na 20ª CASACOR Ceará 2018, o secretário irá conversar com o público sobre o Programa de Ações Imediatas (PAITT) e como cada cidadão e órgão que gere a sociedade podem ajudar a diminuir o isolamento urbano por meio da ocupação da cidade e como essa atitude ajuda Fortaleza a se tornar uma cidade menos desigual.

Luiz Alberto é um dos três palestrantes do segundo dia de Plural, 30 de setembro. Para conferir a programação completa, acesse as redes sociais de Vós e Plural. Para mais informações sobre a CASACOR Ceará 2018, confira as redes próprias do evento.

Serviço

A programação completa do Plural pode ser conferida nas nossas redes sociais:

Instagram Vós 
Facebook Vós

Instagram Plural 
Facebook Plural

Mais informações sobre a CASACOR Ceará 2018 podem ser acessadas pelo site e redes do evento:

Site CASACOR
Instagram CASACOR 

Colaboradores

Marcela Benevides

Marcela Benevides

Ver Perfil

Ler e escrever são as duas coisas que mais a definem. Gosta de contar histórias sobre pessoas e lugares que inspiram a felicidade e a percepção de que a vida vai além das bolhas em que vivemos, e é na cidade que encontra a sua inspiração. Acredita que o jornalismo é um dos meios para promover a união entre culturas. Importante destacar: tem o sol em leão.

Igor de Melo

Igor de Melo

Ver Perfil

É fotógrafo profissional desde 2008. Já passou pela fotografia de esportes, cobertura social, fotojornalismo, publicidade, documental e autoral. Continua em todas. É apaixonado por esportes de ação, tatuagens, retratos e pessoas. Crê que vai conseguir contar as histórias que quer, surfar na Indonésia e viajar com a esposa.

Comentários

Quer conhecer mais histórias como esta?


Cadastre seu email abaixo para receber matérias, novidades, eventos, e outras informações na sua caixa de email.

fechar