Vós

menu
Escondidinho

Um lugar, 600 experiências diferentes

Com Pedro Parente Por Marcela Benevides, Igor de Melo
29.mai
2018

Pedro Parente define a Balboa’s como um lugar onde é possível se divertir com a família, amigos ou com aquela pessoa que você ama

Poucos imaginam que na esquina da rua República do Líbano com Vicente Leite, atrás da porta branca de vidro, com um letreiro vermelho que chama atenção, existe uma imensidão de possibilidades para passar algumas horas em universos diferentes. Não, não é uma livraria ou uma loja de CDs, já relíquias nos tempos de hoje. O nome pode ser uma dica…

Aos que chegam pela primeira vez não é incomum se surpreender e se perder nas inúmeras prateleiras. O ambiente permite que em grupos ou em duplas – o importante é estar com quem se gosta – cada um desfrute de algumas horas no mundo que cada jogo de tabuleiro proporciona.

A Balboa’s Hobby Game nasceu quando a coleção pessoal de Pedro não cabia mais em casa. Eram 64 jogos e ele, não satisfeito, voltava de viagem com mais 16. O pai, brincando com a situação, disse que o filho tinha muitos jogos porque estava montando uma loja. “Quando ele me viu com a caixa, perguntou se eram games de computador, e eu falei que eram de tabuleiro. Ele parou e disse que eu abriria uma loja. Eu falei que não, mas agora que ele tinha sugerido podia ser.”

No começo eram 80 jogos, hoje são 600 e contando… O sucesso? O boca em boca, mais do que qualquer estratégia de marketing. O contato humano é intenso e permite a conexão entre pessoas de qualquer idade. “Os jogos de tabuleiro têm esse poder de aproximação. Nenhum game eletrônico vai fazer com que você interaja muito por tão pouco.” É fácil se perder nas horas e não perceber o tempo passando, já que para brincar é só pagar uma taxa única e não existe limite de tempo ou de jogos que podem ser jogados.

Apesar da timidez ao falar, Pedro deixa transparecer o carinho pela coleção que começou há cerca de seis anos, o que ele não considera muito tempo. Ele sempre gostou de jogos de tabuleiro, mas como não tinha tantos amigos para brincar e a irmã não era fã, a paixão ficou adormecida. Até que um amigo, em 2012, o apresentou a um jogo “completamente diferente do que já havia jogado”, e o amor por esse tipo de games despertou novamente.

E é essa experiência com o desconhecido que Pedro tenta proporcionar aos visitantes da Balboa’s. Ele comenta que é comum grupos chegarem e pedirem para brincar com jogos que já conhecem, mas ficar na mesmice não é a interação que Pedro busca para os frequentadores. “Eu quero que a pessoa saia daqui aprendendo um jogo novo sempre. Quero fazer com que elas experimentem, porque elas deixam de vivenciar algo inédito por ter medo, e aqui eu posso dar a chance de conhecer.”

Para os que não sabem jogar, não precisa se preocupar: a Balboa’s tem um time de monitores aptos a ensinar todos os jogos. Pedro garante que consegue ensinar qualquer jogo, pois já leu todas as regras, viu pessoas brincando e já ensinou muitos jogos. “Se me perguntarem se consigo ensinar todos, eu digo que sim, mas se eu já joguei todos… Todos, 100%, não.” Ainda.

Serviço

Balboa’s Hobby Games

Rua República do Líbano, 669
Seg a qui – 14h às 21h (R$ 10 taxa única)
Sex, sáb, dom e feriados – 14h às 22h (R$ 15 taxa única)
Aluguel de jogos: a partir de R$ 20
Facebook /GoBalboas
Instagram: @gobalboasgo

Colaboradores

Marcela Benevides

Marcela Benevides

Ver Perfil

Ler e escrever são as duas coisas que mais a definem. Gosta de contar histórias sobre pessoas e lugares que inspiram a felicidade e a percepção de que a vida vai além das bolhas em que vivemos, e é na cidade que encontra a sua inspiração. Acredita que o jornalismo é um dos meios para promover a união entre culturas. Importante destacar: tem o sol em leão.

Igor de Melo

Igor de Melo

Ver Perfil

É fotógrafo profissional desde 2008. Já passou pela fotografia de esportes, cobertura social, fotojornalismo, publicidade, documental e autoral. Continua em todas. É apaixonado por esportes de ação, tatuagens, retratos e pessoas. Crê que vai conseguir contar as histórias que quer, surfar na Indonésia e viajar com a esposa.

Comentários

Quer conhecer mais histórias como esta?


Cadastre seu email abaixo para receber matérias, novidades, eventos, e outras informações na sua caixa de email.

fechar