Vós

menu
Guia

Vai um pastelzim? 7 histórias e seus sabores pela cidade

Por Leilane Freitas, Igor de Melo
21.jul
2017

A origem não é muito certa. Alguns estudiosos apontam que tudo começou na China, outros dizem que foi pela Europa. Independente disto, o pastel caiu no gosto foi do brasileiro e ao longo dos anos ganhou um jeitinho tipicamente nosso. A massa, à base de farinha, é moldada e fechada parecendo um envelope. Dentro dela, os mais diversos ingredientes, sabores e texturas.

Vós listou 7 pastelarias em Fortaleza – uma em cada regional – que valem aquela paradinha! Seleciona aí a mais próxima e junta os amigos, família e crush pra se aventurar com você nesse tour pela cidade.

Pastel e Cia

A pastelaria sensação da Barra do Ceará e dos bairros próximos já tem mais de 17 anos de história. Tudo começou com um trailer na calçada de casa, quando Clério Benevenuto se mudou com a família de Maceió para Fortaleza. Neto Marques, um dos filhos de Clério, é quem gerencia o local. “Nós conseguimos trazer a pastelaria para mais próximo da avenida com o intuito de aumentar a clientela e, consequentemente, nossa renda. Com muito trabalho e com toda a família empenhada, nós galgamos um degrau a cada ano e conseguimos solidificar nossa marca.”

Os pastéis vão dos tradicionais como carne, frango e queijo aos mais criativos como a linha de pasteis sabor pizza que levam molho e orégano para lembrar a iguaria italiana. A Linha Super conta com uma variedade maior de ingredientes e a Gourmet com sabores mais refinados como camarão, carne do sol e filé com cheddar.

De 2001 para cá o cardápio também se expandiu. Outras opções de lanches foram sendo adicionadas, como sanduíche, crepe, salgados, batata frita, panqueca, açaí, milk shake e outras sobremesas. O mais recente item do Pastel e Cia é uma bebida que combina muito bem com o carro chefe da casa: o caldo de cana que começou a ser vendido há algumas semanas e já é sucesso.

Serviço

Rua César Correia, 674 – Barra do Ceará
Terça a Domingo de 17h às 00h
Contato: (85) 3284.5327

Pastel na Hora

A sede do bairro Aldeota opera desde 2008 no cruzamento das ruas Padre Valdevino e Silva Paulet, mas a história da pastelaria tem início muito antes disso, em 1990, quando Ari Fernandes começou a vender lanches em um carrinho na Avenida Bezerra de Menezes e lá começou a expandir o negócio.
Hoje a rede Pastel na Hora conta com quatro sedes nos bairros Aldeota, Cidade dos Funcionários, São Gerardo e a mais recente na Maraponga. Todas levam o mesmo padrão de qualidade, um cardápio variado e pastéis super recheados.

Ícaro Fernandes, filho de Ari, trabalha no negócio da família e sempre busca novidades. No mês de São João teve a ideia de ofertar mini pastéis sabor Canjica. “Teve gente que duvidou, mas ficou bom. Muitos clientes se surpreenderam.”

Além dos mini, existem outros três tamanhos. “O M (médio) tem 20 centímetros, tá com menos de dois anos que a gente lançou porque alguns clientes achavam nosso pastel grande para uma pessoa só comer. Por isso eu decidi fazer esse menor e com um preço bacana. Tem o tamanho G, tradicional, com 27 centímetros, e temos os sabores Mistão e o Pastel na Hora que tem 32 centímetros e serve tranquilamente 3 ou 4 pessoas.”

Serviço

Sede Aldeota: Rua Silva Paulet, 1801-01
Sede São Gerardo: Av Bezerra de Menezes, 1049
Sede Cidade dos Funcionários: Av. Oliveira Paiva, 1715-A.
Sede Maraponga: Av Godofredo Maciel, 3933-04, no Pátio Belas Águas.
Delivery: (85) 3223.4424

HM Lanches

Na praça que fica na Avenida Humberto Monte com Dom Manuel de Medeiros ainda funciona a barraquinha onde começou a história da pastelaria HM Lanches. Foi lá que Arthur Dídimo e Elane Macedo, recém casados, iniciaram a venda de pastéis em 1985. Hoje eles contam com uma sede que funciona há 10 anos, bem próxima da praça, com playground e espaço para realização de eventos.

Darlano Dídimo gerencia a pastelaria e ao longo de tanto tempo garante que muita história já aconteceu por ali. “Tem funcionário que trabalha há mais de 20 anos com a gente. Já tivemos alguns clientes famosos na cidade, como o Lúcio Alcântara e o cantor Fagner.”

Se chegar por aqui e ficar em dúvida de qual pastel pedir, Darlano diz que os pastéis mais procurados são os tradicionais, à moda da casa, que levam o nome da lanchonete. O HM e o Super HM levam no recheio carne, ovos, queijo e outros ingredientes.

Serviço

R. Humberto Monte, 2517 – Parquelândia
Contato: (85) 3287.2572
Segunda à Sexta, de 11h às 14h e de 17h à 00h – Sábado e Domingo de 17h a 00h

Sabores do Pastel

O casal Emanuela Mesquita e Cleyton Miguel tem veia empreendedora. Eles trabalham com a venda de água durante o dia e, no início da noite, o espaço da frente da casa foi adaptado para funcionar o Sabores do Pastel.

Por lá, o cliente escolhe quais recheios vão no massa. Existem alguns sabores já listados no cardápio, mas quem quiser pode adaptar. Vale até misturar doce com salgado. “Eu tenho uma cliente que sempre pede o seguinte: queijo, banana e canela. Não tenho isso no cardápio e nunca nenhum outro cliente pediu.”

E se for dia do seu aniversário, pode trazer os amigos pra comemorar que o pastel do aniversariante é cortesia da casa.

Serviço

Rua Major Weyne, 601 – Jardim América
Contato: (85) 989.487.612
Terça a Domingo, de 18h às 22h30

Pastel Mix

Com apenas duas mesas na calçada de casa, Guilherme Sampaio começou a vender pastéis junto com a mãe há mais de 20 anos. O negócio ganhou força e se consolidou no bairro. A receita da massa e a escolha dos ingredientes são criações de Guilherme que, mesmo mantendo os sabores tradicionais, sempre inova no cardápio.

“Nós trabalhamos com 3 linhas: a Simples, que tem uma média de 19 centímetros, a Especial com 24 centímetros e a Super que tem o mesmo tamanho, mas leva mais recheio. E temos a versão Pop, que são pastéis pequenos.”

Além do pastel, o cliente pode encontrar algumas opções de sanduíches, vitaminas e sucos. Mas Guilherme garante que são só complementos. “O nosso forte é realmente o pastel. Um dos mais procurados é nosso Big Mix que faz parte da linha Especial.”

Serviço

Av. João de Araújo Lima, 51 – José Walter
Contato: (85) 3291.3003

Santa Pastelaria

Edjane Fialho viu a necessidade de trazer para região sul da cidade “um caldo de cana com um pastelzinho gostoso e produtos bem selecionados”. Foi assim que há cerca de oito meses ela e a irmã deram início ao negócio e já conseguiram abrir uma nova sede no Shopping Reserva Open Mall.

“A gente funciona de uma forma um pouco diferente. Tudo a gente compra do dia, não temos uma produção pra semana, a gente vai fazendo as coisas diariamente, o que deixa nossos produtos mais frescos.”

Além do tradicional pastel de carne com azeitona – o mais procurado – a Santa Pastelaria oferece sabores como filé mignon, peperone, bacalhau e camarão, sempre acompanhados do bom e velho caldo de cana.

Serviço

Rua Marvin, 460 (Complexo Food and Music) – Parque Manibura
Quarta a Domingo, das 18h às 23h
Shopping Reserva Open Mall – Av. Washington Soares, 3000 – Eng. Luciano Cavalcante,
Todos os dias das 15h às 22h

Leão do Sul

Essa está no coração de cidade, literalmente. Há 91 anos localizada ao sul da Praça do Ferreira, a pastelaria já recebeu gerações de famílias. Foi e ainda é local de encontro de amigos, casais e já virou até um ponto turístico de Fortaleza.

Foi fundada em 1926 ainda como uma mercearia – ou como a gente chama por aqui, bodega – e somente na década de 50 foi que o pastel e o caldo de cana começaram a ser vendidos. O sucesso alcançado na época continua até hoje. Independente do dia e da hora, o espaço por lá é sempre muito disputado.

Os sabores? Frango, queijo e carne. Tem também os pastéis de vento, bem crocantes, para aqueles que apreciam o sabor da massa.

Serviço

Rua Pedro Borges, 193 – Centro
Contato: (85) 3231.0306
Segunda à Sexta, das 9h às 18h30 e aos Sábados das 9h às 13h30

Colaboradores

Leilane Freitas

Leilane Freitas

Ver Perfil

Já se aventurou pelo mundo do teatro e da dança. Escrevia no jornal da escola mas ainda não sabia que escolheria isso como profissão. Acredita no jornalismo como uma maneira de mostrar o lado positivo dos pequenos detalhes da vida. Procura enxergar coisas boas em tudo, mesmo nas piores intenções. Decidiu escrever porque, aparentemente, falar sozinha não parece ser coisa de gente em sã consciência.

Igor de Melo

Igor de Melo

Ver Perfil

É fotógrafo profissional desde 2008. Já passou pela fotografia de esportes, cobertura social, fotojornalismo, publicidade, documental e autoral. Continua em todas. É apaixonado por esportes de ação, tatuagens, retratos e pessoas. Crê que vai conseguir contar as histórias que quer, surfar na Indonésia e viajar com a esposa.

Comentários

Quer conhecer mais histórias como esta?


Cadastre seu email abaixo para receber matérias, novidades, eventos, e outras informações na sua caixa de email.

fechar