Vós

menu
Plural

O futuro do empreendedorismo e os seus caminhos

Por Leilane Freitas

Acredita em Vós

27.jul
2018

As palestras e atividades realizadas durante os dois dias do Plural, novo evento de Vós e Sistema Jangadeiro, giraram em torno de seis eixos: Cidade, Cultura, Empreendedorismo, Saúde, Sustentabilidade e Futuro. Este último teve a Casa de Cultura Digital como palco para as discussões que foram realizadas sobre o tema.

Marília Diniz, consultora do Sebrae, participou do evento no sábado (21) com uma palestra sobre o futuro do empreendedorismo. “Gerar valor com um propósito para desenvolver pessoas. Para mim isso é empreendedorismo do futuro, já deveria ser. Mas é isso: pessoas gerando valor com um propósito para pessoas. O resto máquinas e ferramentas vão fazer.”

Durante mais de uma hora de conversa, Marília esclareceu diversos pontos importantes sobre a hora de criar uma ideia e dar vida a uma startup. Segundo ela, com a tecnologia e a grande quantidade de informações que atualmente se consegue na internet, a população, em sua maioria, tem se tornado mais autônoma, pois é possível aprender muito com pesquisas e tutoriais na internet.

A informação é muito mais acessível do que era em outros tempos e isso é inegável. Por isso, é comum encontrar pessoas que começaram no mundo empreendedor buscando uma solução para um problema pessoal e, com o tempo, perceberam que a ideia poderia também ser útil para um determinado público.

“Acho que a palestra desmistificou muitos conceitos que eu tinha sobre como começar uma startup. Percebi que não é um bicho de sete cabeças como eu imaginava. Às vezes você pensa que tem que ter uma ideia muito inovadora para começar, mas com essa palestra percebi que não é assim. Uma ideia simples, pra resolver algo do dia-a-dia, já é suficiente.”

Rafael Maia, 20, é estudante de Engenharia Civil e estava no evento com o cunhado, Natanael Torres, 24, já graduado no mesmo curso. Vez ou outra eles traçam alguns planos para empreender no mundo das startups. “A gente tem algumas ideias pra fazer um negócio nosso. São coisas muito iniciais, só ideias mesmo que surgem quando a gente conversa.”

Para Natanel, a conversa com Marília esclareceu muitas dúvidas sobre como dar um passo inicial para criar uma ideia, um plano de negócios ou uma startup. “Se você tem vontade de começar um negócio, o mais importante é ter um propósito, não precisa ter muito para começar e o propósito pode te ajudar a alcançar sucesso.”

Fotos: Pedro Brago

 

 

Colaboradores

Leilane Freitas

Leilane Freitas

Ver Perfil

Já se aventurou pelo mundo do teatro e da dança. Escrevia no jornal da escola mas ainda não sabia que escolheria isso como profissão. Acredita no jornalismo como uma maneira de mostrar o lado positivo dos pequenos detalhes da vida. Decidiu escrever porque, aparentemente, falar sozinha não parece ser coisa de gente em sã consciência.

Comentários

Quer conhecer mais histórias como esta?


Cadastre seu email abaixo para receber matérias, novidades, eventos, e outras informações na sua caixa de email.

fechar